Uma introdução para se manter jovem

A prática regular de atividade física protege contra o aparecimento de todas as principais doenças crónicas, melhora o sistema imunitário e retarda alterações no corpo relacionadas com a idade.

O envelhecimento afeta toda a gente

O envelhecimento é um processo fisiológico e biológico que afeta toda a gente, sendo caraterizado por uma redução progressiva e contínua da capacidade individual de adaptação ao ambiente. Durante o envelhecimento, ocorre uma série de alterações físicas e psicológicas irreversíveis, que não se devem a doença, mas que resultam numa maior suscetibilidade ao desenvolvimento de doenças.

A atividade física promove o envelhecimento saudável

A atividade física pode ajudar a tornar o envelhecimento mais fácil, ajudando a preservar o estado de saúde, se realizada regularmente. Diversos estudos que analisam a relação entre o risco de mortalidade precoce e a atividade física concluíram que o risco é menor em pessoas ativas relativamente a pessoas sedentárias. Os efeitos do exercício são visíveis em qualquer idade, o que significa que é sempre a altura certa para adotar um estilo de vida ativo.

A atividade regular previne doenças

A prática regular de atividade física é benéfica para reduzir o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como a hipertensão, diabetes mellitus, doenças cardíacas e AVC; bem como para a melhoria do sistema imunitário e para a otimização das alterações na composição corporal relacionadas com a idade.

O envelhecimento pode ser classificado em três tipos:

  • Tipo 1 ou envelhecimento associado a doenças. Na presença de doenças crónicas como a diabetes ou a hipertensão, o envelhecimento ocorre mais rapidamente, resultando numa perda de funções mais rápida.
  • Tipo 2 ou envelhecimento comum. Carateriza-se por alterações fisiológicas normais dependentes da idade.
  • Tipo 3 ou envelhecimento bem sucedido. Aplica-se quando o desempenho físico e mental da pessoa é comparável com o de adultos mais jovens.

De que forma o envelhecimento afeta o corpo

Com a idade, o sistema cardiovascular torna-se menos eficiente, pois reduz a capacidade de geração de força e de contração do coração, sendo necessário mais esforço. Os tecidos que formam as artérias perdem a sua elasticidade, conduzindo a uma rigidez que resulta num aumento da tensão arterial e num maior risco de AVC ou ataque cardíaco.

A massa óssea e muscular diminui. Nos idosos, particularmente nas mulheres, a força óssea diminui. E a massa muscular também. Isto significa que as pessoas mais velhas têm mais dificuldade em realizar atividades e correm um maior risco de quedas e fraturas.

O envelhecimento também reduz funções cognitivas; perda de memória, menor capacidade de concentração e capacidades psicomotoras reduzidas, que contribuem para a perda de independência da pessoa.

 

QUER SABER MAIS?

Ler Como manter-se jovem eficazmente
Ler Os benefícios de se manter jovem
Ler Perguntas e respostas