Uma introdução à perda de peso

Não há desculpas para não se mexer. Muitas vezes, as pessoas dizem que não têm tempo para a atividade física, mas manter o peso corporal é essencial para a sua saúde. E perder peso da forma certa é de igual importância.

Ter excesso de peso

O excesso de peso ou a obesidade são resultado de uma elevada ingestão calórica e de um reduzido gasto energético. Para perder peso, pode reduzir a sua ingestão calórica ou praticar exercício regular e reduzir a ingestão calórica ao mesmo tempo. A prática de exercício é sempre a opção mais benéfica.

Muitas pessoas não se exercitam corretamente

Muitas pessoas não se exercitam corretamente quando pretendem perder peso. Acham que se fizerem um treino cardiovascular de alto impacto ou se trabalharem durante períodos de tempo muito prolongados, perderão peso mais rapidamente e de forma definitiva. Mas, na verdade, esta opção não é eficaz. É importante não exercer demasiada pressão sobre o corpo, pois isso levá-lo-ia a perder o benefício global do treino. É, por isso, importante escolher atividades diariamente, que não coloquem uma pressão desnecessária sobre o corpo.

Exercício gradual e regular

A atividade física gradual e regular, bem como uma dieta saudável, são cruciais para perder peso de forma definitiva e manter um estilo de vida saudável. Um programa de exercícios bem equilibrado deve incluir quer exercícios de força, quer aeróbicos. Os exercícios de força são importantes para aumentar a massa muscular, pois são os músculos que queimam a maior parte das calorias provenientes da sua alimentação. Atividades aeróbicas como a caminhada, a corrida, a natação ou o ciclismo e, de um modo geral, todas as atividades que trabalham grupos musculares grandes, são excelentes para perder peso e tonificar.

A atividade física regular reduz o risco de doenças cardiovasculares, diabetes, tensão arterial alta e obesidade, podendo inclusivamente ajudá-lo a sentir-se e a ter uma aparência mais jovem durante mais tempo.

A quantidade certa de exercício é importante

Em casos extremos, a atividade física em excesso pode ter efeitos negativos na perda de peso. Em condições normais, o cortisol, conhecido como a "hormona do stress", atua de modo a ajudar o corpo a ultrapassar situações desgastantes, como o jejum prolongado. Foi já demonstrado que níveis superiores e mais prolongados de cortisol na corrente sanguínea têm efeitos negativos sobre o corpo e, aliás, depositam gordura, especialmente, no abdómen.

Praticar exercício de estômago vazio

É comum ver seguidores de dietas perderem peso através da prática de exercício de estômago vazio. Tem as suas vantagens, mas pode ser perigoso para a sua saúde. A duração recomendada de exercício aeróbico de estômago vazio é de cerca de 40 minutos; ultrapasso este período, poderá correr o risco de utilizar as proteínas como fonte de energia, o que resulta em catabolismo muscular, a destruição da massa muscular.

Queime calorias mesmo quando estiver em repouso

É natural que reduza a quantidade de alimentos ingeridos para diminuir a ingestão calórica. No entanto, a adoção de medidas drásticas, tais como dietas baseadas unicamente na ingestão de frutos e vegetais ou a eliminação total de determinados alimentos, resultará apenas numa perda de peso resultante da perda de fluídos e de massa muscular. Não é possível nem saudável manter esta situação durante um longo período de tempo. Basta mexer-se para estar a perder calorias, por isso é necessário manter a massa muscular, uma vez que os músculos possuem uma taxa metabólica basal (TMB) elevada e isto afeta a quantidade de calorias queimadas e, fundamentalmente, se mantém, ganha ou perde peso. A sua taxa metabólica basal representa cerca de 60 a 75% das calorias que queima todos os dias.

A atividade física e a nutrição são dois elementos complementares. Se pretende perder peso de forma inteligente, deverá combinar a quantidade certa de atividade física com a dieta certa.

 

QUER SABER MAIS?

Ler Como perder peso eficazmente
Ler Os benefícios de perder peso
Ler Perguntas e respostas