Não se deixe levar pelo estilo de vida sedentário – Como ganhar motivação para começar a se mexer

Para algumas pessoas, o exercício e a manutenção da boa forma física fazem parte de seu DNA. Este tipo de pessoas não consegue imaginar uma vida de inatividade. A palavra "sedentário" não consta de seu dicionário e manter a boa forma física é, na opinião delas, um pecado! Infelizmente, estas pessoas não são o padrão entre a espécie humana que habita a região Oeste; onde, para um grande número de pessoas, é difícil manter ou mesmo começar um programa de exercícios. Na verdade, quando estas pessoas procuram no dicionário a palavra "sedentário", descobrem o seu próprio reflexo!

Saber que o exercício é bom para a saúde não é suficiente para entrar no top 20 motivacional das "Razões para manter a boa forma física e praticar exercício". Além disso, para as pessoas que têm dificuldade em praticar exercício, sua motivação pode sofrer um rude golpe quando os dias começam a ficar mais curtos e os meses de inverno se aproximam.

Então, como evitar sucumbir a um estilo de vida sedentário? Ou, de uma forma mais positiva, como nos motivamos a levantar e para sermos ativos de uma forma regular?

Há várias teorias diferentes sobre quais as estratégias de motivação que funcionam e quais são menos eficientes. É convicção generalizada de que força de vontade e motivação são a mesma coisa. Ou seja, que é possível ganharmos motivação para agir por uma força maior. No entanto, embora isto possa ser suficiente em curto prazo, é muito mais difícil de manter em longo prazo.

Estudos realizados pelo psicologista de Harvard, Daniel Wegner, entre outros, mostraram que o uso de força maior para nos forçar a fazer algo que, no fundo, não queremos mesmo fazer, ao invés de nos estimular, resulta em uma sensação de enfraquecimento. Isto deve-se ao fato desta estratégia fazer com que seja mais fácil para a pessoa focar na diferença entre como se sente realmente sobre esta situação e como está tentando ganhar motivação para se sentir.

Assim, entoar repetidamente mantras sobre como adora praticar exercício ou criar "mood boards" (para mostrar todas as roupas que realçam sua figura e que vestirá quando tiver o corpo ideal) contribuem ainda mais para a falta de motivação. Não só tem de agir, como também tem de ter vontade para isso!

Outra teoria de motivação faz a distinção entre aquilo que se chama motivação intrínseca (o que o motiva ou o que é gratificante para você é produzido a partir de seu interior, ou seja, querer sentir-se bem ou satisfação pessoal) e motivação extrínseca (fica motivado por coisas externas a você, como dinheiro, aplausos, objetos bonitos, etc.).

Alguns estudos mostraram que as pessoas motivadas por fatores externos tendem a ser mais bem-sucedidas em curto prazo. Por outro lado, as motivadas por fatores internos tendem a manter-se fiéis aos seus objetivos assim que os alcançam. Contudo, há ainda uma discussão significativa sobre que motivação é melhor, a intrínseca ou extrínseca, com alguma pesquisa sugerindo mesmo que uma combinação de ambas é o ideal.

Independentemente da teoria de motivação que uma pessoa adote, a experiência pessoal e a observação da experiência de terceiros sugerem que há diferentes táticas para diferentes pessoas. Assim, uma das abordagens seria identificar alguns métodos diferentes que resultaram em outras pessoas no passado e experimentá-los. Se funcionar, então mantê-lo; caso contrário, eliminá-lo e avançar para o próximo. O mais provável seria encontrar vários métodos que resultam para você em diferentes circunstâncias.

Por isso, ter uma caixa de truques para usar quando precisa de motivação para se levantar e praticar exercício tem maior probabilidade de resultar, do que ter apenas um método em que se basear. Isto deve-se ao fato de ter um plano de reserva quando uma das técnicas não funcionar em uma situação específica.

Aqui está uma lista de sugestões que você pode experimentar para ganhar motivação para se levantar e começar a praticar exercício - não se esqueça de usar, rever e eliminar conforme entender.

 

  1. Redefina o que o exercício significa para você. As pessoas que têm uma definição rigorosa de exercício ou do que constitui a atividade física podem ter criado uma imagem mental de atividade física pouco atraente. Esta forma de pensar é limitativa e contribui para a sensação de desmotivação. Se redefinir o exercício para atividades que são divertidas e que gosta de fazer, ou coisas que possam ser facilmente integradas em um estilo de vida ativo, como usar as escadas, sair em um ponto de ônibus/estação de trem anterior e andar as últimas a pé, jardinagem ou mesmo o uso de videogames interativos, maior será a probabilidade de querer ser ativo.

 

  1. Conversa positiva com você mesmo. Isto é diferente de afirmações e de tentar persuadir a você mesmo a querer fazer uma coisa que não quer. Trata-se de mudar a fita que já está tocando em sua cabeça. Por exemplo, se a voz em sua cabeça está dizendo a você que não vale a pena ir à academia porque você não é uma pessoa do tipo esportista, pode responder dizendo "obrigada pela informação, mas agora quero experimentar algo novo."

 

  1. Praticar exercício ao som de música. A música é uma ótima forma de inspirar a atividade. Ouvir uma de suas músicas enérgicas favoritas enquanto pratica exercício pode aumentar o nível de energia que consome, reduzindo a percepção de esforço. O equipamento MYRUN da Technogym, com Running Music, leva você ao próximo nível sincronizando facilmente a sua corrida com o ritmo da música. Praticar exercício ao som de música permite a você associar sensações de prazer e diversão à atividade, motivando-o a querer repeti-la.

 

  1. Descubra o seu Porquê.Há um ditado que diz: "Quando o porquê é suficientemente forte, o resto virá depois." Saber por que está fazendo alguma coisa, ou qual é seu derradeiro propósito convincente, é um dos motores de ação mais fortes. Pergunte a você mesmo o que aconteceria se praticasse exercício regularmente? Cada vez que você responder, faça novamente a pergunta, até chegar a uma resposta em que não possa avançar mais além. Este será seu propósito convincente. Cada vez que você se sentir desmotivado em relação ao exercício, lembre-se de seu propósito convincente.

 

  1. Tome uma atitude. "Just do it", o famoso slogan publicitário esconde um segredo poderoso, que uma vez revelado, pode ser seu passaporte para alcançar tudo o que quiser. Action often comes before motivation (A ação vem frequentemente antes da motivação). Você não tem de ter vontade de praticar exercício, pode fazê-lo porque disse que o faria. Se esperar pela sensação de motivação, esta pode nunca chegar. Contudo, se começar por tomar uma atitude, por exemplo, dar um passeio, nadar, etc., enquanto o faz, as endorfinas (os hormônios do bem-estar) são liberadas juntamente com a sensação de motivação.

 

  1. Encontre um parceiro de treinamento.Esta é uma forma ideal para tornar algo divertido e aumentar a motivação. O que poderá ser um "trabalho doloroso" para você, é um prazer para outra pessoa. Encontre alguém para treinar com você, que goste de se manter ativo e de praticar exercício. Esta pessoa pode não só proporcionar o incentivo de que você precisa quando não tem vontade de treinar, mas também oferece a oportunidade de interação social, o que é um benefício adicional.

 

  1. Trabalhe ao ritmo natural de seu corpo. Às vezes, o motivo de se sentir desmotivado deve-se ao fato de que aquilo que quer fazer está dessincronizado com seu corpo ou com suas emoções. O resultado é que seu corpo, ou como se sente, acabe por virar-se contra você simplesmente porque você não está dando ao seu corpo o repouso ou o combustível de que ele precisa. Você pode melhorar sua motivação e seus resultados criando uma rotina para comer, dormir e treinar que o beneficie.